ProjettoPonttoFinal

Vai proporcionar aos visitantes/leitores, temas livres com assuntos variados. Falar de variedades me atrai por ser democrático e rico em possibilidades.

Hora certa

CUMPRIMENTO

Banner

Quem sou eu?

Minha foto

IMPERFEITA, PECADORA, HUMANA, GRATA, mulher, mãe, avó, amiga leal.
Apaixonada  por Deus, pela minha família e pela vida, o que ela me dá de ruim eu deleto, o que vem de bom eu recebo e agradeço.

PESSOAS LINDAS QUE ME APOIAM!!

terça-feira, 30 de junho de 2009

A CIGARRA E A FORMIGUINHA

A cigarra e a formiga (sensacional)


A cigarra e a formiga (sensacional)
Era uma vez, uma formiguinha e uma cigarra muito amigas.
Durante todo o outono, a formiguinha trabalhou sem parar, armazenando comida para o período de inverno.
Não aproveitou nada do sol, da brisa suave do fim da tarde e nem o bate-papo com os amigos ao final do trabalho tomando uma cervejinha gelada.
Seu nome era 'Trabalho', e seu sobrenome era 'Sempre'.


Enquanto isso, a cigarra só queria saber de cantar nas rodas de amigos e nos bares da cidade; não desperdiçou nem um minuto sequer.
Cantou durante todo o outono, dançou, aproveitou o sol, curtiu pra valer sem se preocupar com o inverno que estava por vir.
Então, passados alguns dias, começou a esfriar.
Era o inverno que estava começando.


A formiguinha, exausta de tanto trabalhar, entrou para a sua singela e aconchegante toca, repleta de comida.
Mas alguém chamava por seu nome, do lado de fora da toca.
Quando abriu a porta para ver quem era, ficou surpresa com o que viu.
Sua amiga cigarra estava dentro de uma Ferrari amarela com um aconchegante casaco de vison.


E a cigarra disse para a formiguinha:
- Olá, amiga, vou passar o inverno em Paris.
- Será que você poderia cuidar da minha toca?
- E a formiguinha respondeu:
- Claro, sem problemas!
- Mas o que lhe aconteceu?
- Como você conseguiu dinheiro para ir à Paris e comprar esta Ferrari?

E a cigarra respondeu:
Imagine você que eu estava cantando em um bar na semana passada e um produtor gostou da minha voz.
Fechei um contrato de seis meses para fazer show em Paris...
A propósito, a amiga deseja alguma coisa de lá?

Desejo sim, respondeu a formiguinha.
Se você encontrar o La Fontaine (Autor da Fábula Original) por lá, manda ele ir para a 'Puta Que O Pariu!!!'

Moral da História:
Aproveite sua vida, saiba dosar trabalho e lazer,
pois trabalho em demasia só traz benefício em
fábulas do La Fontaine e ao seu patrão.
Trabalhe, mas curta a sua vida.
Ela é única!!!
Se você não encontrar a sua metade da laranja, não desanime, procure sua metade do limão,
adicione açúcar, pinga e gelo, e...
Seja feliz !

--

3 comentários:

  1. oLÁ!!!gOSTEI DESSA VERSÃO DA cIGARRA E A FORMIGA. Realmente, essa história veio pra mim. Sou daquelas que ao chegar do trabalho, demoro pra me desligar e sempre trago coisas pra fazer. Preciso aprender a dosar e a relaxar!
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  2. Engraçado as vezes falo com as pessoas que trabalhar enobrece.
    Aqui ao que parece é o contrário.
    Não gostei do pessimo mal exemplo que dá aos que estão começando agora,já gostam muito de trabalhar.

    ResponderExcluir
  3. Claus
    jamais poria um texto aqui que achasse que não fosse digno de estar aqui no meu blog. Eu entendi que cada um de nós em especial temos o nosso lugar ao sol uns tem mais outros menos, mas sempre foi assim.
    A formiga com o seu trabalho incessante e a cigarra com sua voz, ambas com seus dons, como nós com os nossos.
    Indignação todos nós temos e a formiguinha soltou os cachorros.. rsrrsr quem já num fez isso um dia?

    ResponderExcluir

Obrigada por visitar meu blog e deixar seu comentário. Se for da sua vontade pode ser meu seguidor ou minha seguidora, clica na palavra Seguir rolando a página, no lado direito.Sua opinião é de grande valor!